Mais de 500 vidas podem ser salvas com as bolsas de sangue da Campanha do Hemocentro em Santa Rosa de Viterbo, neste sábado, dia 02.11

Antes das 9 horas da manhã de sábado, dia 02.11, as 200 senhas, distribuídas pela equipe do Hemocentro, já haviam se esgotado para doação de sangue em Santa Rosa de Viterbo – SP,. Essa campanha do Hemocentro acontece de duas a três vezes no ano (por cidade) e conta com apoio da população de cidades da região.

Dessa vez foram 144 bolsas de sangue doadas pela população de Santa Rosa de Viterbo. Cada bolsa de sangue pode salvar até 4 vidas, por isso a conta de mais de 500 vidas gratas. A campanha desse sábado foi um pouco diferente para população de Santa Rosa de Viterbo e teve um foco solidário voltado ao garoto Gustavo Castellani Ribeiro, que foi diagnosticado com leucemia aos 5 anos de idade, obteve a alta, e agora aos 10 anos, devido a uma célula leucêmica, luta contra um raro tumor.

Com mais de 45 mil visualizações o caso de Gustavo colaborou com a sua própria vida, mas também para salvar muitas outras vidas em situação de risco. Muito obrigada pelas orações e pelo sangue doado em nome do Gustavo, agradecem os pais, Elaine e Geraldo

O Homocentro informou que os números de Santa Rosa, foram expressivos, pois de 200 senhas distribuídas 144 puderam doar, Os outros 56 foram dispensados por algum motivo já descrito nas campanhas e que, as vezes, mesmo tendo a boa vontade de doar, a pessoa não se atenta a ler e se informar antes de pegar uma senha e aí quando chega na entrevista já é dispensado, tirando a vez de outro que poderia ter doado. O número de 200 senhas não pode ser aumentado pois o sangue tem um tempo para ser armazenado adequadamente. Quando uma pessoa é dispensada, muitas vezes, já fez os exames e usou o kit, sendo assim perde-se um doador que poderia ter doado, por isso a importância de se informar antes de doar nestes tipos de campanha.

Itens simples podem tirar a senha de alguém que possa doar, como por exemplo:

Deve estar com a saúde plena. Não pode ir em jejum. Não pode estar amamentando. Não pode ter diabetes, câncer, machucados na pele, não pode ter feito tatuagem, micro pigmentações estéticas de sobrancelhas ou outras há um ano, não pode estar tomando antibiótico e alguns outros medicamentos fortes, nem ter tomado nos últimos 30 dias,  A doação de sangue e hemocomponentes é proibida se o doador teve diagnóstico de Dengue, Chikungunya ou Zika nos últimos trinta dias. Os colaboradores também não devem doar caso apresentem sintomas como febre, dor muscular, dor nas juntas, fraqueza, dor de cabeça, dor nos olhos, entre outros. não pode ter feito cirurgia, endoscopia e colonoscopia há seis meses, não pode ter ingerido bebidas alcoólicas há 12 horas, deve evitar alimentos gordurosos no dia anterior. Mulheres tem que ter peso acima de 51 kg e homens peso a partir de 50 Kg. Mulheres podem doar sangue a cada três meses e homens a cada dois meses.

Juntos, a empresa Helenotur e o Site/Jornal Cidade em Foco estão organizando um ônibus ou uma van para as próximas semanas para quem tentou doar nessa campanha e não conseguiu por ter acabado as senhas. Em breve informaremos o dia e a hora da ida ao Hemocentro de Ribeirão Preto, que está sempre receptivo para receber doações de sangue de todos os tipos.

Deixe seu comentário

Jaque de Bem Autor

Jaqueline de Bem é jornalista por paixão, idealista de coração e amante da verdade. Ajudar o mundo a se comunicar de forma positiva e verdadeira é a sua missão nessa terra.