Ela tem 25 anos e precisa de sangue. Vamos ajudar, Santa Rosa!

O nome dela é Maria Luisa Dias Scarso Villela, tem 25 anos, mora em Santa Rosa de Viterbo/SP e descobriu recentemente uma doença crônica nos rins que só tem solução com um transplante. Cheia de vida, cheia de sonhos e vontade viver, Maria Luisa vem enfrentando há meses a hemodialise e agora está pedindo doação de sangue pelas redes sociais, pois amanhã (28.06) ela vai tirar os rins e precisa de sangue para repor, pós cirurgia, já no sábado. Qualquer tipo de sangue é bem-vindo ao Hemocentro. Os amigos e familiares estão organizando um ônibus, disponibilizado pela empresa Helenotur, que sairá de Santa Rosa, neste sábado (29.06.2019), as 06h00 da manhã, com saída em frente a HelenoTur, na rua Santa Catarina, 682. Quem puder ir ao hemocentro de Ribeirão Preto com o ônibus, por favor entre em contato com Viviane pelo celular 16 981724291. Saiba um pouco sobre Maria Luisa Vilela, pelas próprias palavras dessa jovem e bela guerreira!

Queridos! Gostaria de fazer um pedido. 
Doação de sangue em meu nome no Hemocentro em Ribeirão! Qualquer tipo de sangue.
Maria Luisa Dias ScarsoVillela
Hemocentro Campus USP ou centro.
Gratidão a quem puder doar e compartilhar e entrar em contato com Viviane pelo celular: 16 981724291

Maria Luisa

Maria Luisa Vilela

Escolhi uma foto de um lugar que eu amo e de um dia feliz. Dias felizes nos dão força porque servem de memória para dias não tão felizes. Passei a noite no hospital, completando mais uma da minha coleção de internação. Dessa vez, a internação estava programada, e eu havia me preparado há algumas semanas pra isso. Mas afinal, quando estamos prontos? Tem uma frase que eu acho que pode ser útil: “Nunca estamos prontos, mas sempre estamos prontos” Não espere que eu esteja pronta, eu acho que ninguém está. Mas, aberta, estou sempre. Uns meses atrás descobrimos alguns nódulos no que restaram dos meus dois rins (que já não fazem muito) e a conduta foi a nefrectomia total bilateral. Ou seja, vamos tirar os dois rins. Trabalhamos com a pior das hipóteses sempre, é assim que a medicina funciona, tendo em vista que não podemos falhar em pensar menos que o pior e o que vier de diferente pra melhor é lucro. A medicina trabalha nisso. E eu trabalho com Deus e com meu psicólogo. Aprendi a viver um dia de cada vez e esperar o melhor, se vier pior a gente pensa depois. É sempre hoje. Amanhã é amanhã. Inclusive amanhã é minha cirurgia, então eu venho aqui pedir todas as melhores energias possíveis pra que seja tudo bem tranquilo e saia como planejado, inclusive na parte da biópsia.
Estou tranquila porque confio na equipe e confio em Deus!!!! Esse é o processo! Obrigada a todos.

Deixe seu comentário

Jaque de Bem Autor

Jaqueline de Bem é jornalista por paixão, idealista de coração e amante da verdade. Ajudar o mundo a se comunicar de forma positiva e verdadeira é a sua missão nessa terra.