Coluna do Bem – Brasil – República de Trapaceiros

 

Após a vitória de Bolsonaro as oligarquias no poder principiam as trapaças de sempre. Temer um dos grandes protagonistas da trapaça nacional já insta o judiciário preparando terreno para se livrar dos processos a ele impingidos. Loures o homem da mala de Temer foi beneficiado com a liberdade quase plena – sem tornozeleira está livre para se movimentar entre seus três endereços. Nada mal para quem está atolado até o pescoço com falcatruas temerasianas. É muita sacanagem com o povo – a justiça é leniente com gente de dentro do sistema. Não evoluímos nada nesse aspecto. A cambada de ladrões do erário continua unida, com anuência do judiciário – o que se depreende uma teimosa farsa entre os bem vestidos homens de preto. Executivo, Judiciário e Legislativo se acomodando no seio da República como se fossem partes de um mesmo império da lei, fora da Lei! Completam-se em benesses.

Brasil em crise fiscal e o Senado aprova reajuste salarial aos ministros do Supremo. E o presidente da corte ainda justifica – não se trata de aumento – é reposição do valor monetário! Que tipo de conclusão é essa? Enquanto milhões de desempregados não tem o que comer, os ministros  – trabalham pouco, ganham muito, ainda  levam vida de nababo (comem e bebem por conta, viajam também por conta, etc.) ofendem a classe trabalhadora que paga excessivamente por cada indivíduo desses vestidos de preto, sem direito a reajuste salarial!

O Brasil em termos de homens públicos não tem nenhum pudor – os representantes dos três poderes são pessoas que perderam completamente o senso de civilidade cidadã, perderam o escrúpulo e a vergonha. Nada trabalham para ter uma sociedade equilibrada e um Brasil crescendo economicamente. É de arrepiar – e o que estamos vendo é o governo Bolsonaro sendo tragado pelo establishment enraizado no poder central. Com a desculpa de comportamento educado, na transição os oligarcas se afinam com o novo governo de forma venenosa. É possível que nada se faça àqueles que destruíram o Brasil recentemente. Os tentáculos da oligarquia bandida vão além do teatro representativo – eles estão por todos os poderes e possuem capilaridade de difícil detecção nos subterrâneos da República.

O cerco a equipe de Bolsonaro é visível. Mudanças efetivas? – É ver para crer!

Deixe seu comentário

João de Bem Autor