Banho e tosa – 6 dicas para facilitar este processo

A visita a um pet shop ou um centro de beleza animal para banho e tosa pode ser, compreensivelmente, assustadora para um animal de estimação. Ele pode ser alocado em um canil, exposto a cheiros não familiares e barulhos de equipamentos desconhecidos, além de dividir espaço com outros animais tão incomodados quanto ele.

Jaquelina Orlando – Pet Cheio de Mimos

Este cenário pode ser ainda pior para gatos, que se estressam mais facilmente e não lidam bem com quebra de rotina. Pensando nisso, aqui vão algumas dicas sobre como fazer a primeira ida ao banho e tosa menos estressante, tanto para o seu pet quanto para você.

Cão enrolado em toalha, durante os serviços de banho e tosa

Banho e tosa, dica 1: encontre um bom profissional

Encontrar um bom profissional em banho e tosa pode ser equiparado a encontrar um excelente salão de cabeleireiro, por você estar buscando por alguém que não apenas execute um bom serviço, mas também ofereça boas dicas sobre o que fazer e, principalmente, realize um ótimo atendimento e faça com que toda a experiência seja positiva.

Pode parecer banalidade, em um primeiro momento, mas poder contar com um bom profissional que faça seu pet se sentir relaxado e confortável durante o banho e a tosa é importantíssimo, evitando, principalmente, que o pet dê muito trabalho durante as visitas seguintes. Como tutores preocupados, sempre desejamos o bem-estar dos nossos cães e gatos, não é?

Para encontrar o profissional ideal, geralmente, a primeira opção é pedir por indicações de pessoas que já conhecem o serviço. Além disso, você pode ir à pet shop ou centro de estética alguns dias antes e conhecer os funcionários e a estrutura do local, se certificando que o pet estará em boas mãos.

Banho e tosa, dica 2: pergunte sobre os serviços oferecidos

Nos dias atuais, pet shops e centros de estética animal copiam spas para seres humanos, por isso, não é exagero esperar de uma visita mais do que um banho e tosa caprichados.

Shampoos e condicionadores são cuidadosamente selecionados de acordo com o tipo de pelagem e grande parte dos profissionais ainda oferecem serviços de manicure, limpeza de orelhas, de dentes e das regiões íntimas.

No que se refere à tosa para cachorros, converse sobre as opções pertinentes para o seu cachorro ou cachorra, optando pelos cortes padrões de cada raça ou seguindo a estação do ano e a rotina do pet. Certifique-se, principalmente, de questionar o que está incluso no pacote padrão e o que será cobrado como serviço adicional, evitando surpresas ou mal entendidos.

Cachorro tendo a pelagem escovada durante serviço de banho e tosa

Banho e tosa, dica 3: prepare o seu pet para a experiência

Seu cachorro ou gato responderá melhor à mudança de ambiente caso ele já esteja acostumado a ser cuidado e manipulado em casa. Brinque com as patas e orelhas, faça carinho no queixo, escove toda a pelagem e mostre que ser manuseado pode ser divertido e relaxante, preparando-o para ter todo o corpo vasculhado e tocado por outra pessoa.

Isso pode ser um pouco mais difícil caso o pet em questão seja um cachorro ou gato adulto que não seja acostumado a esse tipo de manuseio, mas com paciência, carinho e cuidado tudo é possível.

Pets que já tenham passado por treinamentos em casa ou adestramento demonstrarão comportamentos melhores, mas, de qualquer forma, não deixe de conversar com o profissional em banho e tosa sobre a personalidade do seu pet antes de deixá-lo sozinho com ele.

Banho e tosa, dica 4: como agir dentro do centro de estética animal

Ao chegar no salão, o profissional que irá te atender oferecerá os pacotes disponíveis e discutirá com você como deve ser a tosa. Neste momento, não deixe de avisar sobre a necessidade de um ou outro cuidado especial, além de alertar sobre possíveis alergias ou outras limitações que seu pet possui, facilitando para que a interação entre o banhista/tosador e o pet seja a mais positiva possível.

Este também é um bom momento para perguntar sobre os shampoos, escovas ou demais produtos que você deve usar no seu pet em casa nos períodos entre as visitas ao salão.

Cão sendo molhado durante o processo de banho e tosa

Banho e tosa, dica 5: sobre banho e tosa em gatos

Quando o assunto são os gatos, é extremamente importante considerar a personalidade deles e as suas reações quando são colocados em contato com cachorros.

Alguns realmente não se importam, mas outros podem ficar muito estressados e até agressivos. Se este for o caso, considere procurar por um centro de estética que só atenda felinos ou que conte com áreas separadas para abrigar cães e gatos, melhorando a experiência para você, seu gato e também para o profissional que irá atendê-lo.

Banho e tosa, dica 6: o momento de buscar o seu pet no salão

Seu pet estará doido para ver você, mas não deixe toda essa animação te impedir de agradecer ao profissional pelo trabalho e conversar com ele sobre recomendações e o comportamento do seu pet durante o dia. Depois disso, já agende a próxima visita!

Link original – https://www.petz.com.br/blog/banho-e-tosa/banho-e-tosa/

 

Deixe seu comentário

Jaque de Bem Autor

Jaqueline de Bem é jornalista por paixão, idealista de coração e amante da verdade. Ajudar o mundo a se comunicar de forma positiva e verdadeira é a sua missão nessa terra.